terça-feira, 28 de maio de 2019

Previdência tem corte de mais de R$ 498 milhões

O governo Bolsonaro toma mais uma atitude que prejudica os trabalhadores. O orçamento da Previdência Social teve corte de mais de R$ 498 milhões. A medida compromete o atendimento à população que tenta se aposentar ou precisa de benefícios do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), como auxílio doença e licença maternidade.
Do total de 2,2 milhões benefícios em análise, 1,4 milhão já estão atrasados. A média de espera para atendimento hoje é de até 135 dias, mesmo a legislação estabelecendo o máximo de 45 dias.
Para piorar, o governo anunciou que, a partir de julho, a internet e o telefone serão as únicas formas para os aposentados e pensionistas solicitarem qualquer um dos serviços do INSS. (SBBA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário