segunda-feira, 15 de julho de 2019

PPSUS na pauta da FAPERN e da SESAP


O secretário de Saúde do Estado, Cipriano Vasconcelos, foi recebido pelo presidente da FAPERN, Gilton Sampaio, para discussão acerca da possibilidade de lançamento no Rio Grande do Norte de um edital do Programa Pesquisa para o Sistema Único de Saúde (PPSUS).
Iniciativa do Governo Federal, por meio do Ministério da Saúde e CNPq, o programa de fomento à pesquisa em saúde nas unidades federativas promove o desenvolvimento científico e tecnológico, visando a atender as peculiaridades e especificidades de cada estado brasileiro e contribuir para a redução das desigualdades regionais.
Embora já tenha havido outros editais do PPSUS no estado, o secretário de Saúde não tem informação sobre avaliação dos resultados obtidos. “Esse é um desafio. Queremos estruturar um núcleo que possa avaliar o impacto e os resultados dessas pesquisas realizadas, para que nós possamos avançar institucionalmente, no sentido de adotar políticas informadas por evidências onde o conhecimento produzido venha realmente a ser utilizado”, declarou.
De acordo com o presidente da FAPERN, a adesão do Rio Grande do Norte ao PPSUS já foi informada ao CNPq. A perspectiva é que o edital seja lançado em todos os estados interessados ainda em 2019. “O Confap (Conselho Nacional de Fundações Estaduais de Amparo Pesquisa) está defendendo com veemência a importância do PPSUS e nós estamos juntos com o Confap”, afirmou o gestor.
O secretário de Saúde apresentou questionamentos no sentido de direcionar a seleção para projetos que atuem especificamente sobre os problemas do SUS na saúde no estado. Gilton garantiu que é intenção da FAPERN aperfeiçoar os instrumentos de avaliação. “Sabemos que a situação é tão séria que é preciso priorizar aqueles projetos que possam ter uma repercussão imediata no SUS”, responde.
Além do PPSUS, a reunião realizada no dia 10 de julho, que contou ainda com a presença de assessoria técnica da FAPERN, discutiu outras possibilidades de cooperação entre as duas instituições. Os gestores tem intenção de fortalecer o papel de articulação da FAPERN nas parcerias da Sesap com as universidades. Os dois gestores pretendem implementar ações mais fortes com vistas à captação de recursos para reforçar a pesquisa na área de saúde e ainda para a articular cooperações técnicas com organismos nacionais na área de organização de serviço de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário