segunda-feira, 2 de setembro de 2019

Rally dos Sertões: Edu Piano/Solon Mendes são vice-campeões da UTV Over Pró



Com muita superação e garra ppi/Bisi conquistaram o pódio no Sertões (Vinícius Branca/Fotop)
Aquiraz (CE) – A Território Motorsport comemorou com pódio em três categorias ao final do Sertões 2019, no domingo (1), em Aquiraz, no litoral cearense. Os multicampeões, Edu Piano e Solon Mendes, não poderiam deixar de conquistar mais um troféu no maior rali das Américas, competição da qual colecionam sete títulos juntos. Piano/Mendes foram vice-campeões na UTV Over Pró com um tempo total de 35h26m59s e fecharam o rali em 7º na geral (55 UTVs disputaram a prova). A equipe também garantiu o 2º lugar de Lélio Júnior/Weberth Moreira na UTV Super Production e o 4º de Rodrigo Luppi/Flavio Bisi na UTV Pró. Todos competiram com UTVs Can-Maverick X3 preparados pelo time de Tatuí (SP).
Piano e Mendes competem juntos desde 2007 e foram campeões da UTV Over 45 no ano passado. Piano foi o primeiro piloto com origem nos jipes a ser campeão na geral dos carros em 2005, depois conquistou mais sete títulos com Mendes, nos caminhões e UTVs, a partir de 2007, e completou com êxito sua 24ª participação seguida. “Foi um rali muito bom, especialmente as duas etapas no Jalapão que foram nossas preferidas. Estreamos um novo UTV no Sertões e colhemos informações importantes para melhorar ainda mais a preparação. Em seis das oito etapas ficamos entre os dois mais rápidos da categoria e foi um resultado bem positivo. Todos da equipe estão de parabéns1”, ressalta o piloto.
O navegador Mendes, de Fortaleza, é o cearense com mais títulos na história do rali, com sete conquistas em 21 participações. Ele foi recebido pela esposa e filhos na chegada, pois a competição acabou em sua terra: “É gostoso chegar aqui em casa. O rali se tornou mais difícil para nós porque tivemos de driblar alguns problemas. Mas conseguimos recuperar uma posição na classificação geral na reta final. Da etapa Maratona até o final é o tipo Sertões que me agrada, quanto mais travado e difícil melhor”, explica o vice-campeão.
Já, Rodrigo Luppi e Flávio Bisi #206 encerraram a participação no maior rali em 4º lugar na categoria. “O Sertões deste ano foi um misto de aprendizado com um pouco de decepção também, porque havíamos vencido três Especiais mas depois tivemos problemas que nos jogaram para trás na classificação. Mas foi um roteiro legal. Fica o aprendizado, consegui evoluir na pilotagem do UTV do ano passado para cá e que venha o Sertões 2020”, avalia o piloto de Vinhedo (SP).
Lélio Vieira Carneiro Júnior e Weberth Moreira #254 foram vice-campeões na UTV Super Production e terminaram em 10o na geral na estreia da dupla na categoria. Em sua 16ª participação no rali, foi a primeira vez de Lélio Júnior pilotou um UTV e foram os goianos melhores classificados nessa edição.
A edição 27 do Sertões passou por 6 Estados: Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Tocantins, Piauí e Ceará. Foram quase 5000km de prova, com aproximadamente 2900km de Especiais (trechos cronometrados). Esta edição teve recorde de inscritos (302) e também a maior Especial da história do rali: a Maratona (sem apoio mecânico) na 6ª etapa, que foi de São Félix do Tocantins até Bom Jesus, no Piauí, com 540km de Especial.
20 anos de tradição no grid - Com sede em Tatuí (SP), a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no Rally Cross Country e do grid do Sertões. Completou 20 anos em 2019 e é chefiada por Edu Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou a Ford Racing Trucks/ Território Motorsport e conquistou no total oito títulos no Caminhões. E também, entre 2011 e 2014, como a Troller Racing/Território Motorsport sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. Desde 2016, o time passou a desenvolver e locar UTVs para competição. Em 2018, Edu Piano e Solon Mendes conquistaram o 1º título nos UTVs (Over 45).
MSuzuki Comunicação

Nenhum comentário:

Postar um comentário