quarta-feira, 9 de outubro de 2019

Queremos o fim das passagens de primeira classe para os ministros do STF!



BRIDJE - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento, Justiça e Equidade fez esta petição pedindo uma resposta de Supremo Tribunal Federal (audiência), Câmara dos Deputados, Senado Federal, Supremo Tribunal Federal (secretaria geral), Rosa Weber, ministra do STF, Secretaria do STF, Comunicação - Rosa Weber, Cá... – já são 205.280 assinaturas
Assine agora com um único clique


O ministro Teori Zavascki assinou um documento (Resolução nº 545/2014) que determina viagens de primeira classe para todos os ministros em voos internacionais. As diárias em hotéis chegam a 727 dólares (aproximadamente 2.700 reais), enquanto as passagens em voos de primeira classe podem custar 40 mil reais. Como comparação, as passagens econômicas, usadas pela maioria da população, custam por volta de 4 mil reais.
Também foi decretado que cada ministro pode gastar 3 salários mínimos por dia nessas viagens, ou seja, cada ministro ganha 1 salário mínimo a cada 8 horas, enquanto muitas famílias se sustentam com 1 salário (ou menos) ao mês!
Apenas em maio de 2018, o ministro Dias Toffoli gastou, sozinho, 74 mil reais entre passagens de primeira classe e diárias de luxo em apenas uma viagem para a Rússia. Em outubro do mesmo ano, gastou 58 mil reais viajando para Veneza. Faça as contas e veja quanto isso custa aos cofres públicos, uma vez que todos os ministros possuem esse privilégio.
O Brasil é um dos países com a pior distribuição de renda no mundo, deixando poderosos usufruírem do luxo, enquanto muitos passam a vida tentando garantir o mínimo para sobreviver.
Assine esta petição para mostrar que a população está olhando para esses gastos, não podemos manter o luxo dos ministros do STF!
*Os dados foram obtidos através do Portal da Transparência do STF.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário