sexta-feira, 8 de novembro de 2019

Fusão dos bancos eleva custo de crédito

Quem mora em pequenas cidades, além de encontrar um número reduzido de bancos, também sofre com a elevação do custo do crédito e diminuição no volume de financiamento. Estudo do Banco Central revela que as fusões que aconteceram nos últimos anos impactaram principalmente os municípios menores.
Segundo o BC, as nove últimas fusões e aquisições que aconteceram no Brasil entre 2005 e 2015, afetaram, sobretudo, os financiamentos nas cidades que tinham pelo menos uma agência de cada banco que foi fundido com outro.
Nesses locais, o volume de crédito caiu e ficou entre 2% e 14%, enquanto os spreads (diferença entre o custo de captação dos bancos e a taxa de juros cobrada dos clientes) aumentaram entre 1,2 ponto porcentual, em um período de um ano, e 5,1 pontos porcentuais em dois anos.
No Brasil, o dinheiro está concentrado em poucos bancos. Hoje, 85% do crédito é concedido por apenas cinco empresas: Itaú, Bradesco, Banco do Brasil, Santander e Caixa. Sem concorrência, a exploração é certa. (SBBA)

Nenhum comentário:

Postar um comentário