segunda-feira, 16 de dezembro de 2019

Traficante que teria ordenado morte de motoristas por aplicativos é assassinado por rivais


Jeferson Palmeira Soares Santos, vulgo Jel, foi morto na noite de sábado (14), em Salvador. A ele é atribuído a morte dos quatro motoristas de aplicativo, assassinados na sexta-feira (13), de forma brutal. Policiais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) confirmaram a morte do traficante, que foi assassinado por outros traficantes rivais. Outro suspeito de participação morreu em confronto com policiais.
Desde que o crime ganhou repercussão, informações não oficiais e não confirmadas pela polícia circulam em grupos de WhatsApp de motoristas. A mais comum entre os trabalhadores é que o crime teria sido cometido a mando de um traficante da região em retaliação aos motoristas que evitam o bairro por ser área de risco. Segundo o Simactter-BA, o primeiro carro foi chamado por travestis, que teriam participado da emboscada junto com homens armados. O caso continua sendo investigado pela Polícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário