quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

Polícia Civil desvenda latrocínio contra gestante em Juazeiro do Norte após captura de suspeitos pela PMCE

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) desvendou o latrocínio, que vitimou Maria Cheyla Cristina Lima Lins (34), que estava grávida quando foi morta, na madrugada do domingo (5), em Juazeiro do Norte, na Área Integrada de Segurança 19 (AIS 19) do Ceará. Após uma investigação minuciosa do Núcleo de Homicídios e Proteção à Pessoa (NHPP) da Delegacia da Regional de Juazeiro do Norte, com apoio da Polícia Militar do Ceará (PMCE), os policiais civis cumpriram, nesta quarta-feira (15), um mandado de prisão contra o irmão do padrasto da vítima, e outro de busca e apreensão contra um segundo suspeito que, no dia do crime, tinha 17 anos. Ambos foram conduzidos por policiais militares, nessa terça-feira (14), para prestar um novo depoimento.
Diante das evidências do local do fato e dos depoimentos colhidos no curso da investigação, as diligências do Núcleo de Homicídios e da Polícia Militar chegaram ao nome de Leandro Cardoso dos Santos (24), sem antecedentes criminais. Ele, que é irmão do padrasto da vítima, inicialmente havia negado participação no crime, mas confessou em depoimento o envolvimento na morte. Conforme apurações, Leandro agiu na companhia de um adolescente, que na época da ocorrência, tinha 17 anos de idade. Os detalhes ainda estão em apuração, por isso, as investigações estão sendo preservadas para não comprometer o trabalho policial.
Leonardo vai responder pelos crimes de latrocínio (roubo com resultado morte), aborto provocado por terceiro e estupro. O mandado de busca e apreensão do adolescente foi cumprido. O Poder Judiciário estabeleceu medida socioeducativa conforme Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) ao menor infrator.

Nenhum comentário:

Postar um comentário