quarta-feira, 15 de janeiro de 2020

SETE PRISÕES EXECUTADAS PELA POLÍCIA CIVIL DO MARANHÃO NO INTERIOR DO ESTADO NESTA TERÇA FEIRA(14)


A primeira prisão ocorreu na Delegacia de Carutapera, que faz parte da 8ª DRZD, por meio da equipe de capturas, deu cumprimento a mandado de prisão civil referente ao processo n. 636-31.2018.8.10.0082.
Diante dos fatos, e após a comunicação da prisão à família e ao Poder Judiciário, o preso foi encaminhado à UPR de Carutapera/MA.
A segunda prisão se deu por intermédio da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, que deu cumprimento ao Mandado de Prisão Temporária em desfavor de um indivíduo do sexo masculino, conhecido como “Guerrinha”, suspeito pela prática de duplo homicídio na forma tentada.
O crime ocorreu por volta das 00:00 do dia 22/12/2019, no Posto DISLUB, no município de Barra do Corda, oportunidade em que a autoridade policial tomou conhecimento e, de imediato, realizou as diligências e identificou o suspeito.
Diante da autoria e materialidade, representou-se pela prisão temporária do autor que foi deferida pela autoridade judiciaria.
Após a prisão do suspeito, foram realizadas as comunicações previstas em lei e ele foi encaminhado para a UPR local, onde ficará à disposição da Justiça.
A terceira prisão ocorreu através da Delegacia de Polícia Civil de Buriticupu, que deu cumprimento ao mandado de prisão temporária de um homem de 21 anos de idade por suspeita de envolvimento no crime de estupro de vulnerável (art. 217-A CP) e também por tentativa de estupro (art. 213 CP). O mandado de prisão foi expedido pela comarca de Zé Doca/MA, em maio/2019 e, desde então, o suspeito estava escondido.
Na manhã de hoje (14), o serviço de inteligência da Polícia Civil recebeu informações de que o suspeito estava na cidade de Buriticupu, na casa de parentes, após ter passado uma temporada no estado de São Paulo. De posse dessa informação, imediatamente as equipes se deslocaram até a residência indicada e deram cumprimento ao mandado. O preso permanecerá à disposição da justiça até ulteriores deliberações.

A quarta e quinta prisões foram executadas pela 14ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Pedreiras. A quarta prisão foi para cumprimento do Mandado de Prisão Preventiva exarado pelo juízo de direito da 2ª vara da comarca de Pedreiras, em desfavor de um homem, pela prática do crime de estupro, fato ocorrido no ano de 2012.
As comunicações previstas em lei foram efetivadas e o preso foi encaminhado para a Penitenciária de Pedreiras, após ser submetido a exame de corpo de delito.
A quinta prisão, foi o cumprimento de Mandado de Prisão Preventiva exarado pelo juízo de direito da 3ª vara da comarca de Pedreiras, em desfavor de um homem conhecido como “TIGRÃO”. A acusação e pela prática dos crimes de lesão corporal e ameaça praticados no âmbito da violência doméstica e familiar contra a sua mulher, fato ocorrido no ano de 2018

A sexta prisão ocorreu por intermédio do 1º Distrito Policial da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, em cumprimento ao mandado de Prisão Temporária em desfavor de um indivíduo do sexo masculino, suspeito da prática do crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico, previstos nos artigos 33 e 35 da Lei 11.343/06.
Certo da autoria e materialidade, a autoridade policial representou pela prisão temporária do autor, a qual foi prontamente deferida pela autoridade judiciaria.
Após a prisão do suspeito, foram realizadas as comunicações de praxe e procedido seu encaminhamento para a UPR local, onde ficará à disposição da Justiça.

A prisão em flagrante aconteceu através da 15ª Delegacia Regional de Barra do Corda, por volta das 7h desta terça-feira(14), quando um homem foi preso pelo crime de receptação de uma motocicleta com registro de furto/roubo.
O autor confessou o crime praticado e foi autuado com base no artigo 180 do Código Penal Brasileiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário