terça-feira, 18 de fevereiro de 2020

POLÍCIA CIVIL REALIZA PRISÃO DE FUNCIONÁRIO PÚBLICO POR PREVARICAÇÃO, PECULATO E IMPORTUNAÇÃO SEXUAL


A Polícia Civil, através da Superintendência de Combate à Corrupção (Seccor), deu cumprimento, na manhã de hoje (17), nesta capital, ao mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz da Central de Inquéritos desta Capital, contra um funcionário público, um investigador da Polícia Civil.
A investigação apurou a conduta de funcionário público, do sexo masculino, praticou, no dia 06 de janeiro de 2020, ato de prevaricação, peculato e importunação sexual em face de vítima do sexo feminino.
Após a investigação conduzida pela Seccor, foi pedido mandado de prisão contra o referido suspeito que, deferido pela justiça, teve seu cumprimento hoje, pela mesma superintendência. O acusado foi levado à Unidade Prisional de Ressocialização – UPR/Decop, onde permanece à disposição da justiça.
“Importante ressaltar que a Polícia Civil teve notícia da conduta criminosa em janeiro de 2020, alguns dias depois da ocorrência do fato, e já apurou o crime, pediu a prisão do acusado ao poder judiciário e já cumpriu o mandado de prisão, em curto espaço de tempo. Isso demonstra que todo empenho tem sido feito no combate à corrupção e outros crimes funcionais.”, afirmou a delegada que conduziu o inquérito policial, Dra. Carolina Cardoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário