domingo, 21 de junho de 2020

Vitória da Conquista possui leitos de UTI suficientes para o atendimento da demanda regional, garante Sesab



Após declarações do prefeito de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão, sobre o número de respiradores no município, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emitiu nota de esclarecimento, afirmando que, dos 50 leitos de UTI exclusivos para pacientes com diagnóstico de coronavírus (Covid-19) no município de Vitória da Conquista, apenas 59% estão ocupados. Isso inclui os dez leitos de Terapia Intensiva contratados pela prefeitura, que possuem cinco pacientes internados, sendo apenas um em ventilação mecânica.
No Hospital das Clinicas foram abertos 20 leitos de UTI, sendo doze com respiradores. Os requisitos mínimos para funcionamento de Unidades de Terapia Intensiva, conforme Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), estabelece que uma UTI adulto deve dispor, no mínimo, para funcionar, de um respirador para cada 2 leitos, o que acontece hoje com o HCC. Dos 20 leitos disponíveis, oito estão ocupados e apenas dois estão em uso de respiradores.
“Respiradores não são equipamentos que estejam sobrando no mundo para que não sejam distribuídos com racionalidade e responsabilidade. O governo do estado tem monitorado todas as UTIs contratadas e, havendo necessidade, mais respiradores serão enviados aos municípios”, informou a Sesab.

Nenhum comentário:

Postar um comentário