segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Encalhada em Maraú, tartaruga ameaçada de extinção é resgatada pelo Inema


Técnicos do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), em conjunto com especialistas da ONG Coração de Tartaruga, se mobilizaram neste sábado (24) para salvar uma tartaruga-de-couro, que apareceu encalhada na praia de Piracanga, em Maraú, na última quinta-feira (22). O animal foi encaminhado para a Fundação Projeto TAMAR, no município de Mata de São João.
A tartaruga, que é de uma espécie ameaçada de extinção, é uma fêmea, que pesa cerca de 300 kg, com o comprimento de cerca de um metro e meio. O animal foi visto encalhado pela primeira vez no dia 15 de outubro, em Ilhéus, e posteriormente no dia 18, segundo relatos recebidos por técnicos do Inema.
Os técnicos do Instituto, André Nascimento e Luciana Rosa, que acompanharam o animal em sua chegada, afirmam que numa primeira avaliação clínica a tartaruga demonstrou a presença de graves escoriações por todo o corpo, inclusive com exposição do osso do crânio.
"A gente está fazendo de tudo para recuperar esse animal, mas sabemos que a reabilitação de tartaruga-de-couro é um grande desafio por conta das suas características. Ele é um animal de grande porte, muito sensível e a gente sabe que o desafio é grande, mas faremos de tudo que for melhor para esse indivíduo", avaliou a médica veterinária e coordenadora da Fundação Projeto TAMAR, Thais Pires.
Após a transferência para o projeto TAMAR, em Arembepe, na cidade de Camaçari, o animal encontra-se isolado na piscina sob observação e mantém o quadro de saúde estável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário