quinta-feira, 2 de setembro de 2021

Laboratório vai estimular a criação de projetos audiovisuais transmídia

Um ambiente para aprender sobre o universo transmídia e desenvolver de forma prática um projeto audiovisual para várias plataformas. Essa é a proposta do “LAB TRANSMÍDIA”, ação formativa que integra o “narrAtiVas - Programa de Formação Audiovisual da Bahia”, que acontecerá a partir do dia 22 de setembro, com aula inaugural aberta ao público. Os 13 encontros noturnos somam carga horária de 40 horas e serão conduzidos pelos realizadores e produtores audiovisuais Silvia Prado e Sérgio Lopes, que desenvolveram juntos diversos projetos transmídia e realizaram workshops para TV Globo, TV Cultura e Museu da Imagem e do Som. Sérgio Lopes, responsável pela produtora audiovisual Conteúdos Diversos, empresa que vem se especializando em produção multiplataforma, explica que a narrativa transmídia permite que uma história se desenvolva através de múltiplos canais de mídia e cada um deles vai contribuir para a compreensão do Universo narrativo. “A audiência tem diversas oportunidades de acessar uma determinada propriedade intelectual que poderá ser consumida em parte ou no todo de maneira complementar”, afirma. “O curso apresentará um pouco de teoria e muito de prática com o projeto inscrito por cada participante de forma personalizada”, completa Lopes. O primeiro encontro da série “LAB TRANSMÍDIA – Desenvolvimento e Planejamento de Projetos Audiovisuais Transmídia” será no dia 22, quarta-feira, das 18h30 às 21h30, com acesso gratuito. Já a formação completa custa 10x de R$ 35 ou R$ 300 (à vista). As inscrições podem ser feitas pelo site www.benditas.art.br/lab-transmidia. Para participar, é fundamental que exista um projeto audiovisual que pode ser de qualquer gênero, tipo, formato e estar em fase de desenvolvimento. Os inscritos ganham o e-book volume 9 da coleção narrAtiVas. Silvia Prado, que atua no mercado de animação desde a década de 1980, comenta que quando se inclui uma estratégia transmídia no início de um projeto, ele já nasce com a possibilidade de desdobramentos e parcerias naturais, o que aumenta o potencial de negócios. “Ao longo do curso, os inscritos desenvolverão o que chamamos de “biblia transmídia” da Propriedade Intelectual. Nela,estarão os caminhos que o projeto pode ser desmembrado”, afirma a produtora. As pessoas que participarem serão capacitadas para o desenvolvimento prático de um projeto audiovisual transmidiático. Assim, elas estarão habilitadas para compreender procedimentos adotados na criação, desenvolvimento, produção do conteúdo e gestão da propriedade intelectual. Vale ressaltar que a dupla de especialistas Silvia e Sérgio produziu diversos projetos audiovisuais transmídia, entre eles: “Sapo Xulé”, série em animação (RedeTV!), “Turma da Criança Ecológica” (TV Cultura – Secretaria do Meio Ambiente), além de duas temporadas de “Zica e os Camaleões”, que foram veiculadas na TV Brasil, TV Cultura e Nickelodeon Brasil.
Silvia Prado – Graduada em Cinema pela Fundação Armando Alvares Penteado (FAAP) e História pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), é pós-graduada em Film&TV Business pela FGV. Atua no mercado de animação desde meados dos anos 1980 e é sócia da Cinema Animadores, fundada em 1998. Foi diretora do Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado de São Paulo (SIAESP); é sócia-fundadora da Associação Brasileira de Animação (ABRANIMA), onde faz parte da diretoria; membro ativo dos grupos Era Transmídia, União dos Produtores Executivos (UPEX) e +Mulheres Lideranças do Audiovisual. É produtora executiva associada à Conteúdos Diversos, sendo responsável pela produção executiva de todos os trabalhos da produtora.

Sérgio Lopes – Produtor e publicitário, formado pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), e atuou como diretor de Arte em diversas agências. Foi um dos sócios por 15 anos da Agência QG | Grupo TALENT. Em 2007, criou a produtora audiovisual Conteúdos Diversos, empresa que vem se especializando em produção multiplataforma vinculada com o propósito da transformação social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário