sexta-feira, 22 de outubro de 2021

ATLETAS DO PROJETO LUTA PELA VIDA DA POLÍCIA CIVIL FATURAM 6 MEDALHAS NO CAMPEONATO MARANHENSE DE JIU JITSU


Na última terça-feira(12), alunos e professores do projeto Luta pela Vida da Polícia Civil do Maranhão, conquistaram 6 medalhas no Campeonato Maranhense de Jiu Jitsu, realizado pela Federação de Jiu Jitsu do Maranhão, na Faculdade Ceuma, no bairro do Renascença, em São Luís. No tatame, os cinco atletas do projeto social apresentaram técnicas e domínio da arte marcial que resultou na conquista de duas medalhas de ouro, três de prata e uma de bronze. O campeonato foi dividido em duas categorias, a kids e master, sendo que na classe kids a medalha de ouro ficou para a aluna Heloísa dos Santos (12) e mais duas de pratas conquistadas por Miguel Campos(7) e Maria Fernanda Campos(11), todos do projeto Luta pela Vida.Foto: Alunas do projeto. Já na categoria master que conta com as participações de atletas a partir dos 30 anos de idade, o projeto social foi representado por dois lutadores. Na ocasião, o investigador Marcelo Petit faixa roxa, faturou três medalhas (ouro, prata e bronze) nas categorias 94kg com kimono, sem kimono e Absoluto sem kimono. Idealizado pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais(SEIC) em 2017, o projeto Luta pela Vida, visa utilizar o esporte na modalidade de Jiu-Jitsu, Judô e Tae-kwon-do, como veículos de desenvolvimento social, comunitário, e, sobretudo, familiar, enfatizando a inclusão social como fatores consubstanciais de desenvolvimento humano, para crianças, jovens e adultos da comunidade do Bairro de Fátima e adjacências.Foto: Professores e alunos do projeto. As aulas são ministradas nas dependências da superintendência por policiais civis e voluntários para cerca de 80 alunos distribuídos por faixa etária compreendida entre 7 e 17 anos de idade, além de adultos. Caso você tenha interesse em se tornar um padrinho projeto, contribuindo financeiramente para a sustentabilidade deste trabalho, para que um maior número de crianças e adolescentes possam ser atendidos, além compra de materiais essenciais para o mantenimento do projeto, como por exemplo, kimonos, basta entra em contato com a coordenação do “Luta pela Vida” pelo número (98) 98768- 5982 ou E-mail: fabiogrt.fnc@gmail.com.

Nenhum comentário:

Postar um comentário