terça-feira, 7 de dezembro de 2021

POLÍCIA CIVIL DO MARANHÃO PARTICIPA EM GOIÁS, DE CURSO MINISTRADO PELO GRUPO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS DA POLÍCIA NACIONAL DA ESPANHA

Entre os dias de 22 de novembro e 3 de dezembro, a Polícia Civil do Maranhão, representada pelo delegado-geral adjunto operacional, Danilo Verás, participou do Curso de Técnicas Operacionais ministrado por integrantes do Grupo de Operações Especiais – GEO da Polícia Nacional da Espanha. O curso foi ministrado na Escola Superior da Polícia Civil do Estado de Goiás, Em Goiânia. O curso é parte de um acordo de cooperação técnica firmado em 2019, entre o Grupo de Operações Especiais (GEO) da Polícia Nacional da Espanha e a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core/GT3), após visita de representantes da Embaixada da Espanha à Polícia de Goiás. A intenção inicial era realizar o intercâmbio em 2020, mas a agenda foi adiada por conta da pandemia de Covid-19. O Grupo Especial de Operaciones – GEO é o grupo de operações especiais da Polícia Nacional da Espanha, atuando no combate ao terrorismo, operações táticas e resgate de reféns.Foto: Imagem do Curso de Técnicas Operacionais ministrado por integrantes do Grupo de Operações Especiais – GEO da Polícia Nacional da Espanha. Na ocasião, os operadores de segurança pública de várias instituições policiais do Brasil, tiveram a oportunidade de conhecer as técnicas empregadas pelo GEO em defesa pessoal, algemamento, CQB, estruturas tubulares, progressão com escudo, combate em ambiente com baixa luminosidade, transição com arma longa e curta, tiro sob estresse. Segundo o delegado-geral adjunto operacional, Danilo Veras, o curso foi de grande relevância para à troca de conhecimento técnico operacional com diversas unidades especiais do Brasil, permitindo aproximar, ainda mais, as unidades especiais. “Tivemos contato com técnicas operacionais empregadas pelo GEO em diversas situações, principalmente, quanto ao enfrentamento ao terrorismo. Foram doze dias de intenso treinamento e em que eles apresentaram várias técnicas de entrada táticas, abordagem veicular, defesa pessoal, invasão a ônibus, entre outras. Em que pese o enfrentamento à criminalidade ser bem diferente da nossa realidade, o conhecimento adquirido será aplicado no nosso dia a dia e repassado para nossos policiais civis”, destacou Danilo Veras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário