terça-feira, 10 de maio de 2022

ADOLESCENTE DE 16 ANOS SEQUESTRA EX-NAMORADA DE 13 E MANTEM EM CARCERE PRIVADO

Um trabalho investigativo desenvolvido por equipes da 12° Delegacia do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), resultou na localização de uma adolescente de 13 anos, que era mantida em cárcere privado por outro adolescente, de 16 anos. A localização da jovem e apreensão em flagrante do adolescente ocorreu na tarde dessa segunda-feira (9), no bairro Mondubim – Área Integrada de Segurança 9 (Ais 9) de Fortaleza. Toda a ação policial durou menos de três horas após os familiares da vítima procurarem os policiais civis. Os trabalhos policiais tiveram início ainda no começo da manhã de ontem (9), quando a família da adolescente de 13 anos, registrou o desaparecimento da menina, que foi vista pela última vez no domingo (8), em uma praça da região. Com o trabalho de inteligência articulado pela 12ª DH do DHPP, os investigadores obtiveram informações de que ela estaria em uma casa situada na Rua Cesar Leite, no Mondubim. Ao se deslocarem para o endereço citado, constataram que a vítima, na verdade, era mantida em cárcere privado pelo ex namorado, um adolescente de 16 anos, que não aceitava o término do relacionamento. Lá, a jovem foi libertada. Segundo informações policiais, o adolescente, após o término do relacionamento, chegou a ameaçar e perseguir a vítima na escola onde ela estuda. Com isso, ele foi levado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). Na especializada, um ato infracional análogo aos crimes de estupro de vulnerável e cárcere privado foram lavrados em seu desfavor. Já a adolescente se encontra com familiares. A apreensão do adolescente e localização desta vítima de 13 anos, que durou menos de 4 horas após a família noticiar o caso, é mais um exemplo do trabalho desenvolvido pela 12ª DH, que já localizou, nos quatro primeiros meses deste ano, 250 pessoas que estavam desaparecidas. O número, que corresponde a um aumento de 60,2%, se comparado ao mesmo período do ano passado – quando localizaram 156 pessoas -, é resultado de um trabalho ininterrupto da PC-CE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário