terça-feira, 10 de maio de 2022

PC-CE dá continuidade às fiscalizações no combate à receptação de fios furtados na Capital

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), segue realizando, nesta segunda-feira (9), as ações de combate aos furtos e aos crimes de receptação de cabos elétricos e materiais de telecomunicações. As fiscalizações ocorrem em sucatas de reciclagens de materiais elétricos localizadas nos bairros Lagoa Redonda, Sapiranga e Edson Queiroz – Área Integrada de Segurança 7 (AIS 7) de Fortaleza. As ações preventivas tem caráter pedagógico. Além das apurações, os policiais civis promovem um diálogo com os proprietários dos estabelecimentos acerca de evitar a aquisição de produtos de procedência duvidosa. As investigações e fiscalizações de possíveis roubos e furtos de fios são conduzidas pela PC-CE. Na última sexta-feira (6), as fiscalizações ocorreram em cinco sucatas dos bairros Curió e Messejana, pertencentes à Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3) e Parangaba (AIS 5). Na última quinta-feira (5), três homens foram capturados em flagrante suspeitos de furtar fios, no bairro Serrinha (AIS 5). A ação exitosa teve a participação de operadores do Núcleo de Videomonitoramento da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A PMCE realizou outras prisões por furtos de fios na Capital. Dessa vez com a captura de dois homens suspeitos de furtar 85 metros de fios no bairro de Fátima. Ambos foram presos com o auxílio das câmeras do Videomonitoramento da SSPDS. Em fevereiro, em mais uma ação de combate aos furtos de fios de cobre, a Polícia Civil apreendeu cerca de 354 quilos de fios furtados de possíveis empresas de telefonia situadas na Capital. A ação ocorreu no bairro Maraponga (AIS 9). Os investigadores da DRFVC em conjunto com equipes do 10° Distrito Policial (10º DP) tomaram conhecimento sobre o roubo de um caminhão. À época, o veículo, que transportava fios de cobre, havia sido abordado por indivíduos no bairro Centro (AIS 4).

Nenhum comentário:

Postar um comentário