quinta-feira, 26 de maio de 2022

PC-CE solicitou bloqueio de R$ 100 milhões de grupo investigado na “Operação Continuum”


As investigações realizadas pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), por meio do Núcleo de Combate ao Tráfico de Drogas (NCTD) do Cariri, resultaram em prisões e na descapitalização do grupo criminoso investigado. A PC-CE solicitou o bloqueio de R$ 100 milhões de valores que eram movimentados por integrantes da organização criminosa. A estratégia foca na asfixia financeira do grupo como forma de enfraquecimento. Além do bloqueio, a Polícia Civil confiscou veículos, imóveis, dinheiro e apreendeu armas, munições e mais de meia tonelada de entorpecentes. O resultado é fruto de apurações desenvolvidas há dois anos. A operação intitulada “Continuum”, palavra derivada do latim que se refere a uma série de acontecimentos sequenciais, fazendo com que haja uma continuidade entre o ponto inicial e o final, podendo ser traduzido como “contínuo”, decorreu de uma investigação que gerou uma sucessão de fatos que resultaram em prisões em flagrante, nas apreensões de drogas, veículos e dinheiro, e no cumprimento de buscas e apreensões, bem como na identificação de integrantes de organização criminosa com ramificações nos estados do Ceará e São Paulo. O grupo é responsável pelo tráfico de drogas, lavagem de dinheiro e homicídios na região do Cariri. As investigações iniciaram em meados de 2020. Operação, nesta quarta-feira (25), resultou em 23 pessoas presas. Nas primeiras horas da manhã de hoje, 90 policiais civis saíram em campo para prender integrantes do grupo criminoso que ainda estavam em liberdade. Foram cumpridos 48 mandados judiciais – sendo 25 de busca e apreensão e 23 de prisão preventiva, nas cidades de Barbalha, Caririaçu, Crato, Fortaleza, Jardins, Juazeiro do Norte e Missão Velha no Ceará, além de São Paulo. Um helicóptero da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da SSPDS prestou apoio aos policiais que cumpriram os mandados. No total, 23 pessoas, sendo seis mulheres e 17 homens, foram presas e oito armas de fogo e cerca de dez quilos de drogas foram apreendidos. A ação também contou com o auxílio da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). Além da solicitação do bloqueio de R$ 100 milhões, da primeira ação até a conclusão da investigação que culminou na operação deflagrada hoje, a PC-CE já apreendeu mais de 600 quilos de drogas, 15 armas de fogo, mais de mil munições, sete carros, um reboque e duas motocicletas, que resultaram na instauração de 11 Auto de Prisão em Flagrante delito. Também foram sequestrados outros três veículos e uma propriedade rural no município da Caririaçu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário