segunda-feira, 27 de junho de 2022

PC-CE desativa laboratório de drogas e apreende entorpecentes e cerca de mil munições


Equipes da Delegacia de Narcóticos (Denarc) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) desativaram um laboratório utilizado para a fabricação e a comercialização de drogas, nessa quinta-feira (23). Na ofensiva, foram presos homens que estavam em posse de veículos com registro de roubo, vasta quantidade de munições e de entorpecentes. Toda a ação aconteceu nos bairros Demócrito Rocha e Prefeito José Walter, respectivamente – Áreas Integradas de Segurança 5 e 9 (AIS 5 e 9) de Fortaleza. O grupo e o material foram levados à especializada, onde o flagrante foi lavrado. As investigações iniciaram quando a delegacia especializada tomou conhecimento, nos últimos dias, sobre um local que, possivelmente, era utilizado para a comercialização e a fabricação de drogas. Com levantamentos, os investigadores localizaram uma oficina situada no bairro Demócrito Rocha. Lá, os policiais civis já notaram uma movimentação suspeita e encontraram, dentro dos carros que estavam no local, 15 quilos de maconha dividido em tabletes, pouco mais de um quilo de crack e um pó branco.


Na ação, quatro pessoas foram conduzidas à delegacia. Ainda em diligências, os policiais civis se deslocaram até um apartamento no bairro Prefeito José Walter, onde encontraram o imóvel onde eram fabricados os entorpecentes. Lá, em uma vistoria minuciosa, os investigadores encontraram cerca de mil munições de calibre variados, sete celulares, três balanças de precisão, máquinas, cartões e apetrechos utilizados na fabricação da droga. No apartamento, que se encontrava abandonado, ninguém foi localizado. Com isso, o grupo, seis veículos, quatro carros e duas motos, além de todo o material ilícito, foram levados à Denarc. Na unidade, oitivas foram realizadas e dois dos quatros homens foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e por associação para o tráfico. Por não haver indícios da participação dos outros na atividade ilícita, eles foram liberados em seguida. A PC-CE não divulgará os nomes dos presos para não comprometer o trabalho investigativo que está em andamento. As diligências continuam, com foco de prender outros partícipes, já identificados, no esquema criminoso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário