terça-feira, 5 de julho de 2022

Mulher presa em Itabuna com 37 celulares roubados, paga fiança de R$ 5 mil e já está em liberdade


Stefani Santos Ramos Rocha, a soteropolitana presa em Itabuna com 37 aparelhos celulares roubados, não chegou a ficar 48 horas presa, em mais um episódio em que a Polícia faz o seu papel, mas a justiça afrouxa para quem comete crimes e lesa cidadãos de bem, trabalhadores e pais de família. Stefani foi presa em flagrante, em um hotel nas imediações do Centro Comercial, e com ela, a Polícia achou 37 aparelhos celulares frutos de roubos e furtos diversos, praticados durante o ItaPedro. (Relebre aqui). Ela é integrante de uma quadrilha especializada neste tipo de crime, e que envia seus membros para atuarem em eventos públicos de médio e grande porte em cidades variadas da Bahia. No entanto, como o crime é afiançável, o valor de R$ 5 mil foi pago, e Stefani já está em liberdade, modo pelo qual responderá seu processo. Dezenas de vítimas compareceram nesta segunda-feira no Complexo Policial de Itabuna para recuperar seus aparelhos celulares. Muitos ainda não foram resgatados pelos seus donos, que podem comparecer com documentos que comprovem a aquisição, e resgatar seus celulares. Stefani retornou à capital baiana, e logo estará em atuação novamente, lesando trabalhadores em algum outro evento por aí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário