sexta-feira, 12 de agosto de 2022

110 anos de nascimento do nosso AMADO JORGE!

Na data em que a Bahia e o Brasil comemoram os 110 anos de nascimento do saudoso escritor Jorge Amado, cuja história está intrinsecamente liga à identidade cultural da Região Cacaueira baiana, nós, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) nos associamos a todos os que reverenciam o legado desta personalidade que tanto contribuiu para o nosso desenvolvimento. Nascido em Itabuna, em 10 de agosto de 1912, e falecido em Salvador, em 2001, aos 88 anos, Jorge Amado mantém-se presente em 49 livros, muitos dos quais recordistas em vendas ainda hoje e na memória de nossa região. Um dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos. Sua obra foi a mais adaptada para o cinema e a televisão, incluindo sucessos como Gabriela, Dona Flor e Seus dois Maridos, Tiêta do Agreste e Tenda dos Milagres. Escreveu 49 livros, que foram traduzidos em 80 países. Sua obra aborda temas sociais, políticos, culturais, religiosos e econômicos. Jorge Amado descreveu de forma singular a região cacaueira do Sul da Bahia e a sociedade grapiúna, em obras como: Cacau (1933), Terras do Sem Fim (1943), Gabriela Cravo e Canela (1958), O Menino Grapiúna (19810), Tocaia Grande (1984). Foi ocupante da cadeira 23 da Acadamia Brasileira de Letras, sendo eleito em 6 de abril de 1961. Em 1984, sua obra foi reconhecida com o Prêmio Camões. Na política, foi eleito pelo PCB (Partido Comunista Brasileiro) deputado federal mais votado de São Paulo na década de 1940, conviveu com diferentes governos autoritários. Foi censurado na ditadura militar e tendo livros queimados pelo Estado Novo, de Getúlio Vargas e teve que ir para o exílio político na Argentina e no Uruguai entre os anos de 1941 e 1942, quando viajou longamente pela América Latina. Jorge Amado sempre foi uma presença afirmativa na gênese da Fespi , origem nossa Universidade. Com o seu apoio, a Faculdade de Direito de Ilhéus se instalou no imóvel onde residiu a sua família, hoje, Casa de Cultura Jorge Amado, um dos mais emblemáticos atrativos turísticos da cidade de Ilhéus. Sob a liderança de um dos nossos fundadores, professor Soane Nazaré de Andrade, Amado se integrou a luta para implantação da Federação da Escolas Superiores de Ilhéus e Itabuna.
Jorge Amado é honrosamente homenageado pela nossa Universidade Estadual de Santa Cruz -Uesc, que colocou o nome do autor em um dos seus pavilhões e também em um dos seus auditórios.
Salve o nosso Amado Jorge!
Campus Professor Soane Nazaré de Andrade, 10 de agosto de 2022
Alessandro Fernandes de Santana
Reitor da Universidade Estadual de Santa Cruz

Nenhum comentário:

Postar um comentário