quinta-feira, 20 de outubro de 2022

Manutenção e prevenção de perdas na indústria não é gasto, é investimento

Antonio Henrique Silva*
A aplicação de recursos financeiros é um dos elementos vitais de desenvolvimento e de sobrevivência de uma indústria. Não há um case de sucesso de uma grande organização em que o investimento não se fez presente em várias frentes, como no parque industrial, no time de funcionários, em tecnologia, entre outros. Nesse sentido, a falta de manutenção de máquinas e equipamentos acarreta enormes prejuízos às indústrias. As perdas são inúmeras. Uma máquina ociosa é um dinheiro desperdiçado, assim como um equipamento que vaza fluidos, gases ou outra matéria-prima derrama, por consequência, as cifras de uma empresa. São situações como essas em que a precisão das vedações dos equipamentos é fundamental, não só do ponto de vista financeiro, como de segurança e ambiental. O vazamento de gases pode comprometer seriamente a saúde dos colaboradores, assim como o vazamento de óleo pode acarretar danos irreversíveis ao meio ambiente. E todos eles culminam em perda financeira na indústria, podendo ser incalculáveis. Em um caso que aconteceu em uma indústria petroquímica, houve ressecamento das juntas após intensos ciclos térmicos, causando vazamentos. A peça deveria resistir a ciclagem térmica e não pode ser em grafite, devido a possível contaminação do produto final. Para solucionar, foi indicado uma junta especial com dupla vedação, sendo uma para ciclagem e outra como bloqueio, com o objetivo de evitar contaminações. Como resultado, foi conferido o aumento da produtividade com a utilização das juntas específicas, bem como sanou o vazamento. A indústria que produz essas vedações trabalha com inúmeras peças que visam atender as demandas do mercado. No entanto, a qualidade dos produtos é de extrema relevância, a fim de garantir sucesso na substituição do item danificado, e o perfeito funcionamento do equipamento alvo de manutenção. Os produtos existentes responsáveis por vedar são bem variados, e cada um tem sua finalidade específica. São anéis de vedação, gaxetas, fitas para isolamentos, juntas especiais, peças usinadas e até produtos sob encomenda que visam a excelência na vedação e a segurança dos envolvidos nos processos industriais. A relação custo-benefício em promover manutenções periódicas nos equipamentos, reservatórios, nas áreas de armazenagem e de produção constante é verídica, pois com a inversão da perda, há otimização total da matéria-prima e aumento da produção, trazendo o investimento de volta em lucro e na imagem da empresa. *Antonio Henrique Silva é CEO da Fercom Indústria e Comércio e atua no mercado de vedação e isolação há mais de 40 anos. fercom.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário